Populares Mês

sábado, 12 de março de 2011


Façamos um resumo dos acontecimentos: o Benfica tinha acabado de perder em Braga, se fosse por goleada, como aconteceu no Dragão, Vieira tinha-se pirado para Lisboa, antes do jogo acabar e ninguém lhe tinha posto os olhos em cima, na zona mista ou em outro local qualquer. Mas como o clube do regime perdeu pela diferença mínima, Vieira e ao contário do que acontecia na época passada, em que dizia orgulhosamente, "o Benfica não fala de arbitragens", resolveu atirar-se ao árbitro. É típico, é sempre assim quando não ganham, mas até se podia levar o assunto para o folclore tão comum no futebol português, não é nada de original. Só que e aí é que a porca torce o rabo, Vieira resolveu disparar contra F.C.Porto, dizendo que estava escrito nas estrelas, que o Benfica foi empurrado, que tinha sido mal rcebido e não compreendia porquê, etc. e com essas declarações de mau perdedor, deu o lamiré para a propaganda, colunistas, comentadores, paineleiros e afins, mesmo com o campeonato longe do fim, atirassem a toalha ao chão e passassem a denegrir, rebaixar, achincalhar um título, que o F.C.Porto avista, mas está longe de ter conquistado.
Como quem não se sente não é filho de boa gente, o Presidente do F.C.Porto reagiu, glosou com o "estava escrito nas estrelas" e disse aquilo que todos, excepto os benfiquista dizem: o clube do regime julga-se acima da lei, está habituado à impunidade, faz o que quer e lhe apetece e nada lhe acontece.
Também aqui, tudo normal, reacção natural e o assunto podia ter morrido por ali. Mas não, tinha de entrar em cena uma figurinha que já não abria o bico há muito tempo: o papagaio verde de bico encarnado - dizem que é sportinguista por dentro e vermelho por fora. Não fui eu que inventei, disseram-me e benfiquistas! -, que resolveu  quebrar o silêncio e papagaiar.

Entre outras coisas, Gabi para os amigos e perante o olhar enternecido do rei dos túneis, o lobo com pele de cordeiro, Rui Costa, veio dizer que a palavra lei, na boca do Presidente do F.C.Porto, devia ser impronunciável, dizendo que foi condenado na justiça desportiva e só não foi na justiça civil porque as escutas não foram levadas em conta. Dando de barato, a mentira torpe e ordinária, que só não foi condenado porque as escutas não foram levadas em conta, a pergunta que se coloca é: não sei porquê, Pinto da Costa não pode pronunciar a palavra lei? Se Pinto da Costa, que só foi "condenado" por um "juíz" de toga vermelha, o famoso Ricardo Costa, também conhecido pelo pavão vermelho e depois foi ilibado de tudo nos Tribunais, com Juízes a sério, de Toga preta, que o absolveram de todas as acusações - em primeira e segunda instância, já que Sua Excelência o Procurador Geral da República, numa medida inédita, ou quase, deu ordens para que todas as decisões tivessem recurso -, não pode falar em lei? Mais, se Pinto da Costa não pode pronunciar a palavra lei, que dizer de Luís Filipe Vieira, já julgado e condenado, duas vezes?

Mas há mais, Gabi também colocou em causa a inteligência do Líder portista, ora se Pinto da Costa não é inteligente, quem é, Vieira, Jesus, tu? Poupa-nos!

Finalmente e quanto ao Delano Vieira, mais uma vez o director de comunicação do Benfica perdeu uma boa oportunidade para estar calado. Gabi liga para a Arábia Saudita e pergunta ao Toni, o que é que ele, quando era treinador do Benfica, junto com o adjunto, andou a fazer por Lisboa, com um saco de compras na mão, para dar ao primeiro pobre que aparecesse. Pergunta-lhe quem teve a ideia e porquê? Se o Toni não te explicar, eu explico-te...
Gabi, estavas tão bem caladinho!

Ah, já agora, vê este vídeo de autoria do meu amigo Dragon Soul, que te dedico, para ver se aprendes alguma coisa sobre portismo... Embora, pela amostra, a inteligência foi-se com o cabelo!

                             



Quem faz uma primeira página destas, suja, baixa, tentando ligar uma Instituição Honrada e Centenária, a um caso de polícia, não tem vergonha na cara e muito menos legitimidade moral para criticar alguém. Mas da tropa fandango de A Bola, já nada é capaz de nos espantar... Se fosse ao contrário, aposto que ignoravam ou faziam uma nota de rodapé, na última página e diziam: "quem semeia ventos colhe tempestades". São uns pirómanos, uns incendiários, armados em meninos de coro e virgens ofendidas. 

- Copyright © Dragão até à morte. F.C.Porto, o melhor clube português- Edited by andreset