Populares Mês

Fábio Cardoso no F.C.Porto? Excelente contratação!

 

É benfiquista? Dava litro e meio contra o FCP? Teve uma ou outra atitude reprovável? OK. Mas é um excelente e já experiente central - bom jogo aéreo, rápido, raçudo, valente, não vira a cara luta, tem o perfil de central à Porto. E tenho a certeza absoluta que é um grande profissional e honrará o manto sagrado com o mesmo empenho de um portista desde pequenino.

Caixa de comentários

Não pode haver qualquer concessão para este jornalismo badalhoco, sem ética e deontologia

 

Um título limpo, cristalino, histórico - 30 jogos, 30 vitórias -, como foi o do Andebol do F.C.Porto, foi remetido para um canto, uma pequena e envergonhada nota.
Já um título falso, sujo, escandaloso, um verdadeiro assalto transmitido em directo pela televisão, sem que os ladrões fossem presos, merece grande destaque de capa.
São estas as prioridades de um jornalismo badalhoco, sem ética e sem deontologia.
É por aqui que temos de começar, F.C.Porto. Por esta gente na ordem, fazer-lhes a vida difícil tem de ser a nossa prática. Não pode haver qualquer concessão, respeito ou consideração para quem não é isento, equilibrado, ignora os nossos feitos, não nos faz justiça merecida.

 

 
 
Depois de ser dado como morto, após ter perdido os dois primeiros jogos em casa, o Hóquei do F.C.Porto deu a cambalhota, no jogo decisivo venceu o Benfica por 4-0 - resultado que não deixa dúvidas e não permite teorias da vitimização -, está na final contra o Sporting, deixou claro que as notícias sobre a sua "morte" eram manifestamente exageradas.

Caixa de comentários

Charcos e pigméus, deixem o Porto e o F.C.Porto em paz

 

As incoerências, discriminações, o preconceito em relação ao público do desporto em geral e, particularmente, em relação ao do futebol, não aconteceram agora com a realização da final da Champions League no Porto e com a presença de 1/3 da lotação do Dragão. Não, já acontece há muito tempo, há muito tempo que foram permitidas outras iniciativas, concertos, touradas, programas com público e público bem entusiasta, em estúdios de televisão, etc., enquanto o desporto, futebol em particular, apenas teve direito a um ensaio ninúsculo e que mal começou logo terminou. Nesse tempo, uma voz, apenas uma voz, a voz de Jorge Nuno Pinto da Costa, presidente do F.C.Porto, justiça lhe seja feita, foi capaz de lutar contra a injustiça. Ver agora alguns charcos que sempre tiveram inveja do sucesso do futebol e sobre ele tomaram decisões que quem tem um pingo de memória nunca esquecerá nem perdoará, ou pigméus que precisam de colocar almofadas no traseiro para serem vistos, cavalgarem a onda da final da Champions no Porto e no Dragão, é pura hipocrisia, demagogia sem fim, falta de vergonha na cara. Chegaram muito tarde e a más horas.  Até me apetecia dizer que tanta barulheira só acontece porque foi no Porto e no estádio do F.C.Porto.


Caixa de comentários

Parabéns ao Andebol do F.C.Porto, brilhante bicampeão nacional

 

Ao vencer o Águas Santos por 35 - 32, o andebol do F.C.Porto sagrou-se, com um brilhantismo que não admite discussões - até ao momento, quando faltam dois jogos, está 100% vitorioso -, bicampeão nacional - só não é tri vá lá saber-se porquê...

Este título é dedicado ao GRANDE ALFREDO QUINTANA.


A equipa B do F.C.Porto, mesmo com oito reforços que estão desde há muito tempo na A e alguns têm muito minutos de jogo, perdeu frente ao Benfica B, salvou-se da descida graças à vitória do Vizela - parabéns aos vizelenses pelo regresso à 1ª Liga. 

É caso para dizer que o que nasce torto, tarde ou nunca se endireita. Que está época, penosa - se é verdade que o F.C.Porto B foi penalizado pelas arbitragens, isso não justifica tudo...- sirva de reflexão e não mais volte a acontecer. Não podemos formar jovens numa cultura de derrota.


Eu acho que sim...


 
Vou ficar muito atento ao que se vai dizer sobre aquelas cenas tão bonitas e edificantes que se viram no final do jogo... com particular atenção em alguns moralistas que falaram em faroeste, sem nível e outros mimos semelhantes quando esteve o F.C.Porto envolvido. Já agora, porque foi expulso o jogador do Braga agredido por Taarabt? E porque não foi Otamendi?


Quem se deve estar a rir é o Rui Ratazana Santos. Párem com estas merd..., o F.C.Porto não é isto, este não é o caminho.

Caixa de comentários

O F.C.Porto deve estar muito atento ao que se vai dizendo e escrevendo...

 

 Sabemos todos muito bem que o F.C.Porto paga - há muitos anos -, um preço altíssimo por não vergar a espinha, por ser o único clube que afronta os poderes da capital, por ter a ousadia de ganhar e ganhar aquilo que os seus rivais só ganharam no tempo da televisão a preto e branco. Isto, meus amigos, num país onde a inveja prolifera, tem custos e que custos... Não admira por isso que qualquer polémica que envolva o F.C.Porto, um, tenha sempre dimensões estratosféricas, dois, pareça ter pilhas Duracell, dure, dure, dure... No caso que está na ordem do dia, porque nem por uma fracção de segundo me passa pela cabeça que o F.C.Porto - presidente, treinador e o responsável pelo departamento médico, Dr. Nélson Puga -, falsifique testes, colocando em causa a saúde dos seus profissionais, mais todos aqueles que lhe são próximos, é preciso dizer o seguinte:


Com a tranquilidade de quem não deve não teme, o F.C.Porto deve esperar tranquila e serenamente o desenrolar do processo. Mas e em simultâneo, deve estar atento a tudo, mesmo tudo, o que se vai dizendo e escrevendo sobre o processo em causa. Isto, para depois, ir para cima deles com tudo, obrigando-os a pagar o preço da mentira, calúnia, difamação. Se o F.C.Porto e o seu líder, totalmente ilibados nos tribunais desportivos e extra desportivos - após se esgotarem todos os recursos -, no chamado processo dos apitos, tivessem tomado as atitudes devidas contra aqueles que em grosseiras violações da lei, passaram horas e horas em programas a passar escutas, quase sempre descontextualizadas, talvez alguns anões que se colocaram e os que se colocam agora, em bicos dos pés, ganhando popularidade fácil à custa do F.C.Porto e do seu presidente, pensassem duas vezes. O mesmo em relação a algumas lixeiras que sem rigor, ética e deontologia, ao abrigo de uma liberdade de imprensa que sistematicamente pisam, fazem do F.C.Porto o seu alvo preferido.


Caixa de comentários

F.C.Porto 4 - Belenenses SAD 0. Vitória justa, mas resultado enganador

 


Com as duas equipas já com tudo definido no campeonato, o ritmo foi baixo, a intensidade, particularmente por parte do F.C.Porto, também, Dragões relaxados, demasiados desconcentrados, deram muitos espaços e facilidades, marcaram dois golos, podiam ter marcado mais um ou outro, mas a equipa de Belém também por várias vezes esteve perto do golo. 

Tudo somado, o resultado ao intervalo podia ser bem diferente se os lisboetas tivessem a mesma eficácia dos portuenses. 


A 2ª parte não foi muito diferente. F.C.Porto cedo fez o terceiro, acabou com o jogo, começaram as substituições, a qualidade ainda piorou, muitos choques, várias paragens, jogo confuso. Com o Belenenses SAD a ter oportunidades, que não aproveitou, quem marcou mais um foram os Dragões e o jogo terminou com uma goleada. É uma vitória justa e que não merece discussão, mas com resultado de alguma forma enganador. Nem o F.C.Porto fez um jogo para merecer golear, nem a equipa de Petit jogou tão mal que merecesse ser goleada.

Marcaram Taremi, Grujic, Toni Martínez e Diogo Leite.


Época terminada para os portistas, agora é importante que as coisas com o treinador se clarifiquem rapidamente, de forma que a temporada 2021/2022 seja preparada com toda a tranquilidade.


O balanço desta far-se-á lá mais para a frente.

 Caixa de comentários


Rio Ave 0 - F.C.Porto 3. Dragões na Fase de Grupos da Champions e ainda podem ser campeões da 2ª volta...


 

1ª parte fraca, 2ª de bom nível, resultado claro e que coloca o F.C.Porto directamente na Fase de Grupos da Champions League e acaba com o sonho de 9 milhões de portugueses - 6 milhões de benfiquistas, 3 de sportinguistas, agora a caminho da fusão.

Ah, o F.C.Porto ainda pode ser campeão da 2ª volta...

 

Quando acabar o campeonato faz-se o balanço da época.


Caixa de comentários

 

 



F.C.Porto 5 - S.C.Farense 1. Entrada forte, três golos de vantagem aos 20 minutos, resultou num jogo tranquilo


Entrando a ganhar aos 6 minutos, marcou Taremi de penálti a castigar bola no braço aberto de Licá, o F.C.Porto entrou bem, dinâmico, pressionante, obrigou o Farense a errar, rapidamente chegou aos 3-0 - Toni Martínez aos 14 e Luis Díaz aos 20. Depois abrandou, com a expulsão de Bilel - vermelho indiscutível, entrada por trás a varrer -, relaxou, ligou o complicómetro, podia ter sofrido um golo sem qualquer necessidade, foi salvo pelo VAR.


Resumindo, apesar de a certa altura ter prometido muito mais, um resultado tranquilo ao intervalo, fruto de uma entrada forte, competente e que rendeu três golos.

De que se queixa o Farense? Penálty bem assinalado, vermelho bem mostrado e como explicar aquela entrada do capitão dos algarvios ao peito de Grujic logo nos minutos iniciais?


Para a 2ª parte entrou Diogo Leite para o lugar de Mbemba tocado

Com 3 golos de vantagem e com o adversário com menos um jogador, o F.C.Porto tinha tudo para jogar bem, brilhar, marcar mais golos. Marcou dois - Taremi fez o 4º, João Mário isolado por um passe de excelência de Marchesín fez o 5º - ofereceu um, mas podia ter feito melhor. As substituições - saíram Luís Díaz, Taremi e Grujic e entraram Romário Baró, Fábio Vieira e Evanilson, ao minuto 62, mais tarde, minuto 71, saiu Toni Martínez entrou Francisco Conceição - também cortaram o ritmo, mas os jogadores já estavam a pensar em fazer passar o tempo.


Concluindo, jogo que acabou por ser tranquilo, três pontos conquistados, que obrigam o Sporting a ganhar e colocam os campeões nacionais mais perto de conquistar o 2º. 

Magnífico jogo de Taremi, dois golos e duas assistências, numa posição atrás de Toni Martínez o  avançado mais adiantado.


Nota final:

O golo do Farense é um exemplo claro da falta de concentração de alguns jogadores do F.C.Porto. Hoje não teve consequências, às vezes tem. Em alta competição não se pode facilitar, é preciso estar focado durante o jogo todo. Também é preciso aproveitar todo o tempo de jogo para mostrar serviço.


 

Jorge Costa, meu caro "Bicho": 

Não gostei nada da tua atitude. A única coisa que conseguiste foi agradar àqueles que quando eras capitão do F.C.Porto, diziam de ti o que Maomé não disse do toucinho. Também não precisavas de proclamar que és uma referência do F.C.Porto, todos sabemos isso muito bem, não perdemos a memória, idem que não és o Loum nem o Rafa.

Mas qual foi afinal o pecado do Pepe, capitão do F.C.Porto? Reclamar de mais uma entrada às pernas de um jogador portista? É que, meu caro "Bicho", foram 90 minutos a dar pau. Bastou ver aquele pontapé do teu capitão no peito do Grujic, logo no início do jogo para perceber qual era o estado de espírito da tua equipa. A entrada sobre Manafá foi a varrer - teve muita sorte o lateral do campeão -, o teu lateral-esquerdo, até sair lesionado, bateu em tudo que mexia, quem o substituiu no pouco tempo que jogou parecia que queria levar o Chico Conceição para casa, mas para lhe tratar das mazelas. E o Pepe, capitão do F.C.Porto, tinha de ver bater e calar? Onde te faltou ao respeito para teres essa reacção excessiva? O Farense pode ter muitas razões de queixa de jogos passados, mas ontem não teve nenhumas e quem visse o teu comportamento, o do teu banco e as reacções dos teus jogadores, até parecia que estavam a ser vítimas de um assalto à mão armada e, meu caro "Bicho", não estavam!
Dito isto, desejo-te boa sorte para os dois jogos que faltam, e que consigas manter os algarvios no  principal campeonato do futebol português.

Caixa de comentários

É preciso ter lata, uma grande latosa.


Todas as análises que li sobre a arbitragem de Artur Soares Dias(ASD) e seus auxiliares, mesmo as mais insuspeitas, coincidem em dizer que não se fosse o VAR cumprir a sua função, o F.C.Porto tinha sido fortemente penalizado.

Um penálti assinalado contra o F.C.Porto após um lance que foi fora da área e com o jogador a partir de uma posição irregular.

Um penálti assinalado contra o F.C.Porto sem que o jogador dos azuis e brancos cometesse qualquer falta, houve de facto falta, mas cometida pelo jogador do Benfica.

Um golo em fora-de-jogo que não foi assinalado.

Em benefício do Campeão Nacional, apenas a falta de Pepe que era para amarelo e seria o 2º, aos 80 minutos.


Portanto, se ASD e os seus assistentes quisessem favorecer os Dragões, não era preciso muito, bastava cumprir as regras e assinalar o que era para assinalar.

Indo mais longe, é preciso ter lata, uma grande latosa, ver o Benfica a criticar ASD e pedir que não arbitre mais os jogos entre os dois rivais, por duplo benefício do infractor. Lembram-se daquele Benfica 2 - F.C.Porto 0, jogo a seguir à morte de Eusébio? Lembram-se de Jackson Martínez ir completamente sozinho para a baliza do Benfica e ASD ter assinalado falta contra o Benfica a meio-campo, beneficiando claramente o infractor? Lembram-se do penállti claro de Garay sobre Quaresma que não foi assinalado? Lembram-se do penálti sobre Danilo, que não só não foi assinalado como foi considerado simulação, amarelo, era o 2º, Danilo veio para a rua?

Mas colocar ênfase na possível expulsão de Pepe, ao minuto 80, não sabendo o que aconteceria - ganhamos a Taça de Portugal ao Benfica a jogar com 10 desde o minuto 38, duplo amarelo a Luis Díaz, com o 1º a ser uma aberração. Quem foi o árbitro, quem foi? Pois, foi o ASD... -, é preciso ter lata, mas uma grande latosa. Principalmente porque já esta época o Benfica ganhou ao Marítimo, na Madeira, após Manuel Mota ter assinalado uma falta a favor do Benfica, quando era falta clara a favor dos madeirenses e para cartão amarelo a Gabriel, muito semelhante à de ontem e dessa falta ter surgido o golo da vitória dos benfiquistas, marcado por Everton.


Dito isto, esta choradeira, esta gritaria e que conta com os mesmos de sempre na extrapolação, a máquina de propaganda do Benfica, composta de recadeiros, freteiros e cartilheiros, só é compreensível à luz de tentar desviar as atenções de uma época miserável a partir de um investimento brutal, mais de 100 milhões, numa equipa técnica de ONZE elementos - ver foto - e de tantas promessa não cumpridas. Mas se uma eventual vitória na Taça de Portugal é motivo de festa, OK, façam bom proveito com essa manifestação de grandeza... pífia! 


Très notas finais:

Luís Filipe Vieira faltou ao SLB - FCP. Será que foi por doença e assim lá se vai a audiência na Comissão de Inquérito ao Novo Banco e que estava marcada para 2ª feira? Ver foto.


Entretanto, mais uma notícia, de certeza, falsa, envolvendo o anjinho Luís Filipe Vieira - ver fotos.


Ainda bem que o ridículo não paga imposto, caso contrário os benfiquistas estavam feitos ao bife... 


Caixa de comentários

- Copyright © Dragão até à morte. F.C.Porto, o melhor clube português- Edited by andreset