Populares Mês

quinta-feira, 25 de janeiro de 2018


Sobre o jogo de ontem, repito, não foi um bom jogo, o F.C.Porto sem fazer um grande jogo, foi melhor durante os 90 minutos, mas faltou-lhe competência no último terço, na marcação dos pontapés da marca de grande penalidade - onde o que fez a diferença foi uma bola que entrou e outra que bateu no poste. Patrício é um herói, apesar de não ter feito mais que Iker Casillas... - e mais umas coisitas... Não queremos vitórias morais, perdemos por culpa própria, está perdido. Se querem embandeirar em arco, destacar a bazófia, fazer uma grande festa, OK, mas não façam filmes que distorçam a realidade que aconteceu ontem na Pedreira.
Quanto ao F.C.Porto, ser superior não chega, temos de traduzir essa superioridade em golos e vitórias. Já no próximo jogo frente e um Sporting cagão e que se descaracteriza sempre que joga frente ao F.C.Porto de Sérgio Conceição
 
Com amigos como o Perdigão, quem precisa de inimigos?
Já disse, mas pela importância, repito: não quero nos espaços desportivos do canal que o meu clube gere, quem veja preto e diga que é branco. Isto para mim é claro, um princípio básico que nem deve merecer discussão, tem sido esta a minha prática no Dragão até à morte. Mas também não quero gente que seja mais papista que o papa, seja peremptório num lance que é muito duvidoso.
Este António Perdigão que analisa e comenta sempre com o objectivo de não desagradar a árbitros e responsáveis pela arbitragem, ontem ultrapassou todos os limites na análise ao lance do golo anulado a Tiquinho Soares. Mas atenção e que fique bem expresso, a culpa não é só dele. Não, primeiro é de quem o convidou - quem foi que se assuma; segundo, é de quem lhe dá tanto protagonismo, ao ponto, pasme-se, de ser um dos representantes do F.C.Porto na reunião com o Conselho de Arbitragem - por alma de quem? E quem tomou esta decisão, será que foi o mesmo que o convidou? Para que tudo pareça ainda mais surreal, à mesma hora que o presidente e bem, resolveu descer à zona mista para comentar uma derrota e criticava Artur Soares Dias(ASD), responsável pelo VAR, sua excelência António Perdigão, mandava as posições do presidente para o brejo, elogiando o Artur Olho de Lince. Na BTV, o senhor ASD é insultado de verme para cima - enquanto portista tenho orgulho que no nosso canal essa nunca tenha sido a prática, nem quero que passe a ser, que fique claro -, no Porto Canal, o comentador de arbitragem, mesmo quando é um lance muito duvidoso e como todos sabemos, em caso de dúvida beneficia-se o atacante, em caso de dúvida o VAR não pode intervir, defende-se quem nos prejudicou, com unhas e dentes. O F.C.Porto nunca foi isto, não pode ser isto!
- Desde quando, criticar e estar em desacordo com uma decisão, é colocar a seriedade de alguém em causa, senhor Perdigão?

A propósito: no F.C.Porto - Benfica, Jorge Sousa apitou 40 centésimos de segundo antes da bola entrar, impediu que o VAR decidisse, anulou um golo limpo, um golo em que o jogador do F.C.Porto sobre quem foi assinalado o fora-de-jogo, estava 2,5 metros em jogo, com tudo o que isso significou - Foi a maior vergonha dos últimos 20 anos, nem quero imaginar o que teria acontecido se tem sido ao contrário... Agora invalidam-nos golos em lances duvidosos, como foi o caso de ontem e depois acham estranho que o F.C.Porto questione os critérios do VAR?

O coninhas.
O coninhas é Bruno Prata. Este mesuras, sempre não me toques que me desafinas, objectivamente, o verdadeiro coninhas, ontem foi capaz de dizer que Tiquinho Soares estava 1 metro fora-de-jogo. Não estava! A foto é sintomática. Fazer uma afirmação dessas distorce a realidade, induz em erro, condiciona análises. Um comentador quando os lances são duvidosos, como foi manifestamente o caso, deve apenas limitar-se a dizer, lance duvidoso, as imagens não são claras.  Ponto final. Não pode dizer que estava 1 metro em fora-de-jogo, pois, como se vê, não estava. Mas já sabemos como é, quando se trata do F.C.Porto eles são sempre muito afirmativos. Tem certezas absolutas.

Nota final:
Se as leis mudaram, o facto de Bas Dost estar em posição irregular, não conta, então é penalty contra o F.C.Porto. Mas lances destes também já houve muitos outros a nosso favor e que não foram assinalados. E se temos de ser coerentes e ter o mesmo critério em todos os jogos, na contabilidade desses lances estamos claramente a perder por muitos.

PS - Marega correu o risco de ser expulso porque reagiu a um insulto racista de um bronco, sem educação, mas que pelos vistos pode fazer tudo que lhe der naquela cabeça cheia de titica de galinha. E o F.C.Porto não faz queixa? Acham que se fosse ao contrário, o rapazinho que não tem noção de nada e se porta da forma como ainda ontem se viu na tribuna da Pedreira, mais o anão careca e sem pescoço, iam ficar quietos?
- Meus senhores, amigos, amigos, negócios à parte.

- Copyright © Dragão até à morte. F.C.Porto, o melhor clube português- Edited by andreset